De primeira

Categories Todas
5

Cozinha. Interior. Dia.

Zé e Lúcia estão sentados tomando café da manhã. Ele, tentando ler o jornal.

 

- Zé, passa o adoçante, por favor.

- …

- Ô Zé.

- Quê?

- O adoçante.

- Isso é jeito de pedir? Não se usa mais por favor não?

Ele coloca o adoçante perto dela sem tirar os olhos do jornal.

Ela nem toca no adoçante.

- Zé, passa o requeijão?

- Hã rã.

Ele não se mexe.

- Sabia que ontem à noite eu fui abduzida por dois aliens que tavam usando a camisa do Vasco?

- Hã rã.

Ela arranca o jornal da mão dele.

- Que isso, Lúcia. Pirou?

- Já reparou que a gente nunca conversa no café da manhã?

- Claro que a gente conversa. A gente sempre conversa

- Então conversa comigo.

- Lúcia, eu tava lendo o jornal.

- Eu reparei. Você só não reparou que eu tava aqui na tua frente.

- Hmpff. Do que você quer conversar?

- Ah, sei lá. Puxa um assunto. Você tava lendo esse jornal aí há horas, deve tá cheio de assunto.

- Você não tem nada pra falar e arrancou meu jornal.

- Claro que eu tenho. Só queria ver se você era capaz de falar alguma coisa interessante, mas pelo visto tá difícil.

- Claro que tenho. Ontem

- Zé Carlos, o que aconteceu ontem no treino do Flamengo não é interessante. Eu já te falei isso antes.

- Você sabe que eu começo a ler o jornal pelo caderno de esportes.

- Começa e termina nele, né? Você nem toca nas outras partes.

- Lúcia, nada mais importa. Entenda isso.

- Sei.

- Você não vai usar o adoçante que eu te passei não?

- Olha sóóóóóó…não é que o senhor estava prestando atenção em mim? Fico até lisonjeada desse jeito.

- Claro, né. Foi toda grossa me mandando passar esse negócio pra depois nem usar.

- Como você é estúpido.

- Do que você queria falar mesmo?

- Nada. Esquece.

- Ah, não faz charminho não. Fala logo.

- Deixa pra lá. Perdi a vontade de conversar.

- Lúcia, para de fazer show.

- …

- Ó, desculpa. Eu fui muito grosso mesmo. Desculpa, tá? Fala comigo? Eu quero muito ouvir você.

- Jura?

- Juro.

- Então tá.

- Fala.

- Zé, se você fosse mulher, você dava de primeira?

- COMÉQUEÉ?

- É, assim, tipo primeiro encontro. Você saía dando logo de cara?

- Lúcia, você não tá falando sério.

- Ué, claro que tô.

- Eu não acredito que você arrancou a minha página de esportes pra me perguntar isso. Me dá de volta meu jornal, Lúcia. Amanhã tem jogo.

- Você dava, né? Você tem a maior cara que dava.

- Na boa, Lúcia. Você deve tá com muito pouco problema na vida pra ficar pensando nessas coisas.

- Não quer responder. Sabia.

- Sabia o quê?

- Que você era igual a todos os outros.

- Igual no quê?

- Moralista, babaca e hipócrita.

- Do que você tá falando?

- Vocês homens são todos iguais. Sujos e iguais.

- E vocês mulheres, completamente loucas. Eu nem abri a boca. Como posso ser moralista, babac

- Tudo que vocês querem quando pegam uma mulher é comer na hora. Se ela dá de primeira, é piranha. Se não dá, vocês correm atrás que nem cachorro atrás de osso. Xingam ela de todos os nomes, mas correm atrás.

- Lúcia, você tá viajando.

- E o pior, não admitem.

- Que besteira. Eu nunca xinguei você.

- Queria ver se eu tivesse dado de primeira.

- Amor, independente do momento em que você tivesse me dado, eu estaria com você aqui hoje. Isso não tem nada a ver.

- Estaria aqui hoje lendo jornal e me ignorando?

- Eu não ignoro você.

- Então me fala. Se você fosse mulher, dava ou não dava?

- Se eu fosse mulher?

- É.

- Lúcia…

- Oi.

- …se eu fosse mulher…

- Fala.

- …com toda certeza…

- HÃ.

- eu seria lésbica.

- …Como você é nojento.

- Posso voltar pro meu jornal agora?

- Idiota.

5 thoughts on “De primeira

  1. Anna on

    Amei!!!!
    Mas, escuta, vc num respondeu… dava de primeira???? rs

  2. Helo on

    Adorei!!!
    O duro nao eh ler apenas o caderno de Esportes, o duro eh vibrar com o Flamengo!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>